Ariel Marinkovic/AFP

Quarenta pessoas foram detidas na segunda-feira em Santiago, depois da partida da seleção chilena diante do Brasil, confirmou um porta-voz dos Carabineros. As prisões aconteceram por desordens públicas, segundo a fonte. As desordens e as intervenções policiais têm sido frequentes em Santiago durante as celebrações das últimas partidas de ‘La Roja’, com um saldo de 200 detidos depois da passagem do Chile para as oitavas de final do Mundial.