O Conselho de Administração da Sanepar (CAD) constatou que a empresa está cumprindo rigorosamente o planejamento estratégico definido para 2004. “Os resultados obtidos mostram que as metas estão sendo seguidas à risca e que estamos fazendo uma gestão competente e transparente da companhia”, explica o presidente da Sanepar, Stênio Jacob. Os resultados obtidos até o terceiro trimestre só poderão ser divulgados depois que os números forem informados à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), no próximo dia 12.

O CAD aprovou investimentos imediatos da ordem de R$ 15 milhões e mais a contratação de empréstimo no valor de R$ 35 milhões junto ao programa Paraná Urbano. Os recursos liberados serão destinados à elaboração de projetos e execução de obras para ampliação dos sistemas de água e de esgoto. “As obras devem iniciar, em média, em 30 dias e fazem parte do plano de expansão da Sanepar”, explica o diretor de Investimentos da empresa, Domingos Budel. No total, serão criados mais 355 empregos diretos e outros 1.775 indiretos, em todas as regiões do Estado.

Entre os municípios contemplados com obras de água estão Nova Prata do Iguaçu, Matelândia, Ventania, Maringá, Colombo e Corbélia. Os investimentos em esgoto vão beneficiar, entre outros, os moradores de Cambará, Palmeira, Guaíra, Curitiba, Astorga, Cianorte, Bela Vista do Paraíso, Cruzeiro do Oeste, Iporã, Mamborê, Mandaguari, Nova Esperança, Paranacity e Terra Boa.

Também serão iniciados os estudos para elaboração dos projetos em Almirante Tamandaré, Maringá, Araruna, Umuarama, Londrina, Ponta Grossa, Capanema, Toledo, Francisco Beltrão, Pato Branco, Palmas, Dois Vizinhos, Rolândia e Apucarana. A elaboração dos projetos é a etapa que antecede a execução de obras.