O Conselho de Ética da Câmara reúne-se hoje (28) para criar o grupo de trabalho responsável por mudar o regulamento e o Código de Ética do órgão. De acordo com o presidente do conselho, deputado Ricardo Izar (PTB-SP), as alterações darão mais agilidade aos processos disciplinares contra deputados.

A reunião do conselho está marcada para as 15 horas, no plenário 3 da Câmara. No mesmo encontro, os parlamentares vão analisar a consulta do deputado Orlando Desconsi (PT-RS) sobre o acúmulo do mandato parlamentar com cargos e funções, mesmo que sem remuneração, em instituições filantrópicas de saúde.

Na consulta, o deputado petista questiona a legitimidade e a ética do acúmulo dessas funções. Ele argumenta que os parlamentares influenciam a liberação de verbas para o setor de saúde. "É lícito poder liberar recursos para instituições às quais estamos vinculados e que certamente devolverão esse apoio no período eleitoral?", questiona Desconsi, no documento.