Brasília – O presidente Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência (Conade), Adilson Ventura, comemorou o sucesso da 1ª Conferência Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que termina hoje (15) em Brasília.

"Nós conseguimos uma mobilização muito grande de pessoas com deficiência de todo o Brasil", afirmou. Segundo ele, uma das "bandeiras" da conferência foi o melhoramento do Decreto n.º 5296, que trata da acessibilidade. Além de propor melhorias no texto, um dos objetivos do encontro foi torna-lo conhecido.

"Pelo desconhecimento, pela ignorância, se mantém as barreiras em termos de preconceito e de discriminações por desconhecimento também que deficiência não é um problema exclusivo da pessoa com deficiência, é um problema de todos", disse Ventura.

O ator global Marcos Frota, que em sua última novela interpretou o deficiente visual Jatobá, participou ativamente dos três dias de conferência. Ele disse que o personagem mudou a sua vida e definiu sua carreira. "Tudo o que eu fizer em prol da inclusão é pouco perto do que eu recebi em termos de maturidade e crescimento espiritual, humildade, gratidão, generosidade, esse tipo de atitude diante da vida", disse.

De acordo com o ator, é preciso diminuir o preconceito, descobrir a possibilidade de inserção no mercado de trabalho e abrir vagas nas escolas para crianças portadoras de deficiência. Ele também citou a necessidade de melhorar a acessibilidade dos portadores de deficiência e de cumprir as leis.

O relatório com as reivindicações da plenária final da 1ª Conferência Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência será entregue nas mãos do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda hoje (15), no encerramento do evento. A próxima Conferência ainda não tem data marcada.