Os membros do Conselho de Ética da Câmara reúnem-se hoje para discutir e votar o parecer que recomenda a cassação do deputado Roberto Brant (PFL-MG). O relator do processo é o deputado Nelson Trad (PMDB-MS). O encontro ocorre às 10 horas, no plenário 11 da Casa.

Brant foi citado no relatório preliminar das comissões parlamentares mistas de inquérito dos Correios e da Compra de Votos (já encerrada) como beneficiário de recursos da SMPB, empresa de Marcos Valério Fernandes de Souza. O publicitário mineiro é apontado como um dos operadores do suposto esquema de compra de votos de parlamentares da base aliada.