Os grandes consumidores da Copel interessados em implementar programas internos de redução do desperdício de energia e promover o uso eficiente da eletricidade em suas instalações por conta da estatal têm prazo até as 17 horas do dia 2 de fevereiro para a apresentação de propostas.

Esse é o objetivo da chamada pública aberta esta semana pela concessionária, que vai destinar R$ 4,5 milhões para custear a execução dos projetos selecionados. Os recursos correspondem a uma parcela do percentual de 0,25% da receita operacional líquida anual que todas as distribuidoras de energia elétrica do país devem, por exigência estabelecida nos respectivos contratos de concessão, direcionar ao custeio de projetos com foco no uso eficiente e racional da eletricidade.

A oferta vale para todos os consumidores das classes industrial, comercial ou de serviços e poderes públicos ligados às redes elétricas da Copel e em dia com as suas obrigações contratuais com a empresa. Para cada segmento, a Copel reservou R$ 1,5 milhão para a execução dos projetos aprovados.

Todas as informações sobre a chamada pública para apresentação de projetos, incluindo os critérios de seleção e manual para a adequação dos projetos às exigências da Aneel estão disponíveis na página inicial do sítio da Copel na internet (www.copel.com).

Os projetos apresentados serão avaliados e pontuados seguindo as diretrizes, exigências e condições determinadas pela Aneel ? Agência Nacional de Energia Elétrica: o resultado da seleção será divulgado em 20 de fevereiro e os projetos têm previsão de implantação entre julho de 2006 e junho de 2007.