A Copel planeja investir R$ 553,1 milhões durante o ano em obras e programas de reforço, melhoria e expansão do seu sistema de energia elétrica, que serve a mais de 3,2 milhões de consumidores no Paraná. Quase 60% do total ? ou o correspondente a R$ 317,4 milhões ? será destinado a custear projetos na atividade de distribuição, responsável pelo atendimento direto ao consumidor final.

A previsão inclui diversos trabalhos para a modernização, ampliação e conservação das redes elétricas, que se estendem por mais de 165 mil quilômetros em todo o Estado, além de renovação da frota operacional, reforço de pessoal e da estrutura de atendimento.

?Todos os anos, a Copel incorpora mais de 80 mil novas unidades consumidoras ao seu sistema de distribuição?, informa o presidente da estatal, Rubens Ghilardi. ?Para atender bem a esse mercado adicional e ainda oferecer suporte à expansão do consumo nas instalações já atendidas, é preciso investir permanentemente em diversas frentes para manter a qualidade do nosso serviço?.

Também estão contempladas na programação ações destinadas a aprimorar e aumentar a estrutura de atendimento ao público, tais como a reabertura de agências e escritórios além da incorporação de novas agências móveis, que vão até as localidades mais distantes dos centros urbanos levando serviços e informações da Copel.