A data limite para inscrição de novos jogadores na Copa do Brasil é 27 de abril, dois dias após o jogo de volta com o Náutico.

Como o regulamento não prevê mudanças como o da Taça Libertadores (três trocas de atletas), o Corinthians pode enfrentar os pernambucanos com um elenco bem diferente. A diretoria busca reforços para suprir as dispensas de Carpegiani, já para o duelo de 25 de abril, no Pacaembu.

‘A direção está atenta e na busca por novas contratações. Quantas mais tiver, melhor, mas as possibilidades são pequenas’, observou o gerente de futebol Ilton José da Costa. Até agora, o clube anunciou apenas a chegada do volante Carlos Alberto, que cumpre suspensão por adulterar idade e só poderá entrar em campo após o dia 12 de maio.

As prioridades são dois laterais, um zagueiro, um meia e dois atacantes, que viriam para ser titulares, além de algumas outras peças para compor o elenco.

A direção não quer repetir neste Campeonato Brasileiro (começa dia 12 de maio), a campanha fraca da edição passada, na qual lutou, apenas, contra o rebaixamento à Série B.

As categorias de base também serão olhadas com mais carinho de agora em diante. Zé Augusto, atualmente técnico interino, será o responsável por municiar Carpegiani de informações sobre os garotos que surgirem nas divisões inferiores.

O Corinthians ainda vai priorizar suas comissões técnicas. Tanto que Carpegiani trouxe apenas o auxiliar Cláudio Duarte. ‘Antigamente, trocávamos fisiologista, preparador físico, cardiologista. Isso acabou’, informou Ilton.