Campinas (AE) – Parece frase feita, mas é verdade: Carlitos Tevez só não fez chover na vitória do Corinthians por 5 a 3 sobre a Ponte Preta, hoje, no Moisés Lucarelli, em Campinas. O argentino marcou dois gols – um de pênalti -, deu o passe para outros três e foi o principal responsável pelo importante resultado, que mantém a equipe do Parque São Jorge na liderança do Campeonato Brasileiro, com 38 pontos.

Em queda-livre na competição – chegou a cinco jogo sem vencer -, a Ponte dominava o jogo, mas a pouca inteligência de Rissut fez a diferença a favor do Corinthians. Infantilmente, o lateral cometeu pênalti em Jô. Tevez não perdoou e abriu o placar.

Aos poucos, o Corinthians foi encontrando espaços para entrar na defesa adversária e estava mais perto de marcar o segundo. Até que Wendell retribuiu a gentileza de Rissut: também fez falta desnecessária em Danilo. O meia levantou na área, Kahê ganhou da defesa, chutou o canto e empatou.

Até o intervalo, o time de Campinas foi melhor – apesar de Gustavo Nery ter sofrido pênalti de Éverton, não marcado. Aos 43 Galeano deu chutão para frente, Betão furou e deu a bola de presente para Danilo, que perdeu gol incrível, frente a frente com Fábio Costa.

No segundo tempo, a Ponte Preta não teve tempo de pressionar, pois em menos de cinco minutos, o time do Parque São Jorge decidiu o jogo. Logo aos 2, Tevez se livrou de Ângelo e André Silva, serviu a Roger, que bateu cruzado e marcou o segundo. Dois minutos depois, Tevez novamente lançou Roger que, com categoria, deslocou Lauro e fez o terceiro dos visitantes.

O Corinthians estava mais perto de marcar o quarto, mas a Ponte Preta diminuiu, na classe de Danilo. O meia recebeu de Bruno, dentro da área, e encobriu Fábio Costa. Mas não houve tempo para festejar. O Corinthians deu a saída e Tevez foi mais rápido que a defesa: recebeu, girou e bateu: 4 a 2.

No contra-ataque, a dupla argentina do Corinthians fez a festa. Sebá tabelou com Tevez, apareceu na área, recebeu de volta e só rolou para as redes.

Ficha Técnica

Gol: Tevez (pênalti) aos 14, Kahê aos 31 minutos do 1.º tempo. Roger aos 3 e aos 4, Danilo aos 22, Tevez aos 23, Sebá aos 29, Izaías aos 35 minutos do 2.º tempo.

Ponte Preta: Lauro; Rissut, Rafael Santos, Galeano e Bruno (Iran); Ângelo, Everton, Luciano Santos (Izaías) e Danilo (Gabriel); Kahê e André Silva. Técnico: Zetti.

Corinthians: Fábio Costa; Edson, Betão, Sebá e Gustavo Nery; Wendell, Marcelo Mattos, Rosinei (Carlos Alberto) e Roger (Marinho); Tevez e Jô (Fabrício). Técnico: Márcio Bittencourt.

Juiz: Wilson Luiz Seneme (SP).

Cartão amarelo: Wendell, André Silva, Roger, Gustavo Nery, Rafael Santos, Edson, Tevez, Sebá,

Local: Moisés Lucarelli.