A falta de canalização do córrego Santa Isabel, que atravessa a Rua Arthur Bernardes, na Vila Isabel, região central de Curitiba, está preocupando os moradores. Com a sucessivas chuvas o volume da água dobrou e está ameaçando ruir muros e construções.

A aposentada Nice Gomes de Alvarenga, que mora ao lado do córrego, já teve o muro e parte da casa destruídos, na década de setenta, em função do problema. “Na época denunciamos a situação e a Prefeitura se responsabilizou pelos danos”, comentou Nice. Segundo ela, parte do córrego foi canalizado, mas o trecho ao lado da casa, que é de cerca de setenta metros, continua sem canalização.

Problema semelhante enfrenta a telefonista Valéria Neves de Paula, moradora no bairro Novo Mundo. Em frente a sua casa, na Rua Dom Bosco, se formou uma enorme valeta que destruiu parte do asfalto. O local é cortado pelo Rio Formosa, que além de aumentar de volume com as chuvas, ainda recebe o esgoto de diversas casas. “Com o calor ninguém agüenta o mau cheiro. E o pior é que crianças brincam nesse local”, denunciou.