O assessor de Segurança Nacional do Iraque disse nesta terça-feira (26) que a corte de apelação confirmou a sentença de morte contra o ex-ditador Saddam Hussein. "A corte de apelação aprovou o veredito para enforcar Saddam", disse Mouwafak al-Rubaie.

No dia 5 de novembro, uma corte iraquiana condenou Saddam à forca pela morte de 148 pessoas em 1982, em um massacre em uma cidade xiita logo após um atentado contra o líder.

A decisão da corte de apelação, divulgada hoje, ainda precisa ser ratificada pelo presidente do Iraque, Jalal Talabani, e pelos dois vice-presidentes iraquianos.