O presidente do Partido Liberal(PL), deputado Waldemar Costa Neto, fará um discurso à tarde, na Câmara, sobre a tentativa de acordo para livrar deputados de cassação. Na semana passada, parlamentares do PL consultaram informalmente o presidente da Câmara, Severino Cavalcanti, sobre a possibilidade de retirada do pedido de cassação do deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ), autor das denúncias do suposto esquema de mensalão.

O acordo previa como contrapartida que Jefferson não apresentasse requerimento pedindo a cassação de Costa Neto e de outros deputados incluindo o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu. A retirada do pedido de cassação de Jefferson permitiria que o deputado do PTB renunciasse seu mandato e se candidatasse nas eleições de 2006. Caso contrário, se for cassado, o candidato se torna inelegível até 2015.

Na semana passada, deputados do conselho de Ética, onde tramita o pedido de cassação de Jefferson, reagiram contra a tentativa de acordo. O relator da Comissão, deputado Jairo Carneiro (PFL-BA), chegou a afirmar que uma negociação nestes termos provocaria "um levante cívico" da população.