A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas ouve hoje (12), às
10 horas, no plenário 15 da Câmara dos Deputados, o depoimento do diretor de
Atividades Especiais da Polícia Civil de Mato Grosso, Vítor Sebastião Gonçalves.
O objetivo é esclarecer como é feita a fiscalização de armamentos e o combate ao
tráfico e colher informações sobre acusados de envolvimento e condenados que
estejam presos ou foragidos, envolvidos no comércio ilegal de armas e munições
no estado de Mato Grosso.

A CPI do Tráfico de Armas foi criada em março
deste ano para investigar organizações criminosas. O presidente da CPI é o
deputado Moroni Torgan (PFL/CE) e o relator é o deputado Paulo Pimenta (PT-RS).
Os integrantes da CPI terão até 13 de agosto deste ano para concluir as
investigações.