A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) dos Correios fez um balanço, nesta segunda-feira, e totalizou em 18 o número de deputados suspeitos de envolvimento em corrupção.

A lista dos parlamentares foi divulgada no final da tarde pela Subsecretaria de Apoio às Comissões Especiais e Parlamentares de Inquérito. É com base nesta relação que o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR), relator da CPMI dos Correios, enviará representações ao Conselho de Ética da Câmara dos Deputados ou ao presidente da Casa, Severino Cavalcanti (PP-PE).

No início da tarde, Serraglio afirmou ainda ter dúvidas sobre o procedimento mais adequado para encaminhar a lista. O assunto será discutido pela assessoria parlamentar e pelos integrantes da CPMI.

Antes da lista ser enviada, todos os deputados citados serão notificados e terão cinco dias para enviar explicações por escrito. Da relação inicialmente elaborada, foi retirado apenas o presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, e incluído o nome do deputado Sandro Mabel .

Veja a seguir lista divulgada pela CPI:

Bispo Rodrigues (PL-RJ)
João Magno Moura (PT-MG)
João Paulo Cunha (PT-SP)
José Borba (PMDB-PR)
José Dirceu (PT-SP)
José Janene (PP-PR)
José Mentor (PT-SP)
Josias Gomes (PT-BA)
Paulo Rocha (PT-BA)
Pedro Correia (PP-PE)
Pedro Henry (PP-MT)
Professor Luisinho (PT-SP)
Roberto Brant (PFL-MG)
Roberto Jefferson (PTB-RJ)
Romeu Queiroz (PTB-MG)
Vadão Gomes (PP-MT)
Vanderval Santos (PL-SP)
Sandro Mabel (PL-GO)