O ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato terá mesmo que depor, nesta quinta-feira, na CPI Mista dos Correios. Isso porque o presidente da CPI, senador Delcídio Amaral (PT-MS), indeferiu pedido dele para que o depoimento fosse adiado por dez dias.

Delcídio não aceitou o argumento de Pizzolato de que precisava de mais tempo, pois não sabia da sua intimação para depor amanhã.