A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) que investiga denúncias de corrupção na Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) ouve hoje (3) os depoimentos de Simone Reis Lobo de Vasconcelos, diretora de Administração Financeira da SMP&B, e de David Rodrigues Alves, policial Civil de Minas Gerais.

Simone teria sacado cerca de R$ 6 milhões do Banco Rural, e David Rodrigues mais de R$ 4 milhões. A tomada dos depoimentos ocorre às 10h no Senado Federal (sala 2, da Ala Senador Nilo Coelho).

A SMP&B é uma das empresas de Marcos Valério Fernandes de Souza, empresário apontado com um dos operadores do suposto esquema de pagamento de mesada a parlamentares para que votassem favoravelmente em projetos de interesse do governo.