A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) criada para investigar a compra fraudulenta de ambulâncias com dinheiro público reúne-se às 10 horas. Os integrantes da CPI vão eleger o vice-presidente e votar requerimentos apresentados por senadores e deputados. O esquema de compra de veículos foi descoberto pela Polícia Federal durante a Operação Sanguessuga.

Entre os requerimentos já apresentados, está o que pede a quebra dos sigilos bancário, fiscal e telefônico de Maria da Penha, ex-funcionária do Ministério da Saúde, e do empresário Darci Vedoin, no período de janeiro de 2003 a junho deste ano. Na reunião, também deve ser aprovado um roteiro de trabalho para os próximos dois meses – prazo máximo previsto para o funcionamento da CPI.