A CPI do Banestado na Assembléia Legislativa decidiu hoje pedir a quebra do sigilo bancário e fiscal de quatro ex-diretores da instituição já ouvidos por ela: Osvaldo Rodrigues Batata (ex-diretor de Controle), Sérgio Eloi Druscz ( ex-diretor de Operações), Gabriel Nunes Pires Neto ( ex-diretor de Câmbio e de Operações) e Alaor Alvim Pereira ( ex-diretor de Administração). O assunto provocou uma intensa discussão entre os membros da comissão, que volta a se reunir na segunda-feira, às 8h30, para ouvir os demais ex-diretores que aprovaram operações envolvendo as empreiteiras DM Construções Ltda e Rodoférrea Construções de Obras ltda, consideradas irregulares pelo Banco Central. (Leia mais na edição de amanhã do jornal O Estado do paraná)