A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito dos Sanguessugas recebeu esta manhã relatório parcial da Polícia Federal sobre a tentativa de compra, por petistas, de um dossiê que apontaria o envolvimento de políticos tucanos no esquema de compra superfaturada de ambulâncias com recursos do Orçamento. Além disso, a CPI recebeu da Justiça do Mato Grosso documentos relativos à quebra de sigilo dos investigados.

A informação é do presidente da comissão, deputado Antônio Carlos Biscaia (PT-RJ). Ele disse que nova reunião da CPI está marcada para a próxima semana e repudiou qualquer tentativa de usar a comissão para fins eleitorais. ?Vou tomar cautelas. Vou ter um pouco mais de cuidado para que não se fabriquem fatos na semana final das eleições?, afirmou.

A documentação recebida será encaminhada ao Centro de Processamento de Dados do Senado (Prodasen) para ser feito o cruzamento dos dados. Ontem, Biscaia negou que o juiz de Mato Grosso Jefferson Schineider tenha dificultado o envio da documentação.