O tiroteio que ocorreu hoje na Universidade Tecnológica de Virgínia fez mais vítimas que um dos principais casos ocorridos nos Estado Unidos – o massacre de Columbine. No tiroteio de desta segunda-feira (16), 21 pessoas morreram e outras 21 ficaram feridas. Na Escola Secundária Columbine, treze pessoas foram executadas.

Um homem abriu fogo num dormitório e numa sala da Universidade Tecnológica de Virgínia, informou a polícia. O massacre teve início num dormitório que abriga 895 pessoas num extremo do campus de 1.052 hectares, e continuou por cerca de duas horas terminando no Salão Norris, um prédio da engenharia. "Hoje a universidade foi abalada por uma tragédia que consideramos de proporções monumentais", afirmou o presidente da universidade, Charles Steger.

O massacre de Columbine ocorreu em 20 de abril de 1999, em Littleton, no Colorado. Mascarados e fortemente armados, Dylan Klebold e Eric Harris, de 18 anos, invadiram a Escola Secundária Columbine e abriram fogo contra os colegas. Doze estudantes e um professor foram executados. Cercados pela Swat, Klebold e Harris integrantes de um obscuro grupo chamado Máfia da Capa Preta, se suicidaram. O massacre virou tema do filme "Tiros em Columbine", do cineasta americano Michael Moore.