A viagem do Internacional para a disputa da Copa do Mundo de Clubes da Fifa não saiu como o planejado. Por causa da crise nos aeroportos brasileiros, o vôo que levou a equipe para Paris chegou atrasado. Com isso, os jogadores não conseguiram pegar uma conexão para o Japão, local em que será disputada a competição.

Agora, a delegação só deixará a capital francesa às 20 horas (de Brasília) desta quarta-feira (06), sete horas além do previsto no planejamento. Desta forma, os jogadores só chegarão a Tóquio amanhã pela manhã. O treino que estava marcado para o primeiro dia no Japão também foi cancelado, uma vez que a diretoria pretende que os jogadores descansem da "cansativa" viagem.

A saída da equipe de Porto Alegre também foi marcada pela confusão, já que alguns torcedores entraram em conflito com a polícia. O Inter só estréia no Mundial no dia 13, contra o vencedor do duelo entre Auckland City, da Nova Zelândia, e Al Ahly, do Egito. Até lá, a diretoria espera que todos os jogadores consigam se adaptar ao fuso horário japonês.

Em busca de seu primeiro título mundial, o Internacional também terá uniformes novos para a competição. Atrás das camisas, estará estampada a bandeira brasileira. Para o técnico Abel Braga, o principal rival do time gaúcho no Mundial é o Barcelona do brasileiro Ronaldinho Gaúcho.