O ministro da Educação, Cristovam Buarque, defendeu hoje no encerramento do Seminário Internacional Universidade XXI, que as universidades precisam ter responsabilidade social. Durante três dias, pesquisadores de 70 países se reuniram em Brasília para discutir novos nortes para as universidades, que existem desde a idade média. O ministro alertou que as universidades só obterão recursos através de legitimidade social, ou seja, de orientação voltada para a comunidade e não para a elite.

O documento final do encontro, ?Compromisso de Brasília?, que contém alguns apontamentos para as universidades desse novo século, como o compromisso com o ensino público de qualidade, a reafirmação da autonomia e a convivência ética na diversidade.