Foto por: Liu Jin

Johan Cruyff, que foi finalista com a Holanda no Mundial de 1974, elogiou este sábado, na imprensa holandesa, o treinador da “Laranja Mecânica”, Bert van Marwijk, e os jogadores Dirk Kuyt e Maarten Stekelenburg, que disputarão a final da Copa da África do Sul-1010 este domingo.

Em entrevista ao jornal De Telegraaf, o lendário camisa 14 do “Carrossel Holandês” destacou o “trabalho notável” de Van Marwijk, que “conseguiu construir uma equipe forte”.

“Nem sempre se faz bom futebol, mas esta equipe jogou de forma fantástica”, levando em conta seu potencial, explicou Cruyff, porque para este ex-jogador do Ajax de Amsterdã e do Barcelona, “a metade dos jogadores da equipe é muito boa”, embora “a outra metade ainda deva mostrá-lo”.

Como destaques da Holanda, Johan Cruyff citou o goleiro Maarten Stekelenburg e o atacante Dirk Kuyt, “que se superaram” no Mundial e “chegaram a um nível que ninguém pensava que fossem capazes de alcançar”.

Segundo o De Telegraaf, Cruyff não irá a Johannesburgo para assistir a final, que prefere ver em casa, diante da TV, e sobre a qual se pronunciou recentemente em uma crônica publiada no jornal catalão El Periódico.

“Para quem torço? Sou holandês, mas defendo o futebol que a Espanha joga. Quero desfrutar esta final intensamente”, escreveu na quinta-feira em sua coluna, um dia depois da classificação da Fúria para a final contra a Holanda.