Manifestações políticas movimentaram a região do Centro Cívico, em Curitiba, neste sábado (1.º), com dois atos pela manhã e um à tarde. Uma delas foi a chamada “Caminhada Solidária”, em celebração ao Dia do Trabalhador. A segunda tinha como pauta o pedido de intervenção militar no Brasil, com o presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) no poder.

Os eventos da manhã tiveram suas concentrações organizadas para as 9h30. Embora os manifestantes tenham se encontrado durante o trajeto, até por volta das 14h não havia registro de enfrentamento físico, apenas verbal com xingamentos. Já durante a tarde, após as 14h, uma outra carreata pró-Bolsonaro ganhou as ruas da capital.

VIU ESSA? Bar de Curitiba é flagrado com 50 pessoas escondidas no porão em fiscalização da Aifu

O movimento dos trabalhadores foi promovido pelas centrais sindicais, entre elas a Força Sindical e a Central Única dos Trabalhadores (CUT). Além de comemorar o Dia do Trabalho, os manifestantes pediam a vacinação para toda a população brasileira contra covid-19. Já a manifestação pró-governo pedia a liberdade do Brasil contra as medidas restritivas da covid-19 e, também, a intervenção militar sob o slogan “Bolsonaro, eu autorizo”.

O movimento dos trabalhadores foi promovido pelas centrais sindicais. Foto: Eduardo Matysiak/Futura Press/Folhapress

Além de Curitiba, o Dia do Trabalhador registrou manifestos em outras cidades do país. Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro realizaram atos presenciais em São Paulo, Brasília, Belém, Rio de Janeiro e outras cidades. Os manifestantes criticaram o Supremo Tribunal Federal (STF), adversários do presidente, como o governador paulista João Doria (PSDB) e parte dos protestantes pediu a realização de uma intervenção militar no Brasil.

Outra manifestação

Uma carreta iniciada na tarde deste sábado, também em favor do presidente Jair Bolsonaro e com o slogan “Bolsonaro, eu autorizo”, levou muitos motoristas e apoiadores do governo, ao Centro Cívico. Por volta das 15h30 era grande a movimentação em frente ao Palácio Iguaçu e em toda a extensão Avenida Cândido de Abreu. Mas apesar do movimento intenso nas pistas da avenida, não havia registro de congestionamento no local até esse horário.

LEIA AINDA – Incêndio em borracharia e fumaça intensa chamam a atenção de moradores em Curitiba; veja o vídeo!

Entre os manifestantes da carreata várias pessoas estavam sem máscara confraternizando com outros participantes que utilizavam o item de proteção. Nos carros, a decoração era feita com bandeiras do Brasil e com frases de apoio ao presidente. Veja as imagens feitas nesta manifestação.