Os 18 novos vereadores e 20 reeleitos da Câmara Municipal de Curitiba foram empossados em sessão virtual na tarde desta sexta-feira (1º). A 18ª legislatura da câmara teve um índice de renovação de 47% e vai permanecer até 2024.

A cerimônia foi presidida pela parlamentar mais votada, Indiara Barbosa (Novo), de acordo com a determinação do regimento interno da Câmara. Foi a primeira vez que uma mulher é recordista de votos na casa.

LEIA TAMBÉM Emocionado, Greca toma posse e promete vacina, “não pouparei esforços”

Tito Zeglin (PDT) fez papel de secretário na cerimônia e, junto com os demais vereadores que estavam na plataforma Zoom, fez o compromisso legal com a câmara. Carol Dartora (PT), primeira vereadora negra de Curitiba e terceira mais votada, leu o termo de posse. Ela, Indiara Barbosa e Tito Zeglin assinaram os termos na sessão de instalação, que foi realizada de forma virtual pro causa da pandemia.

O restante dos parlamentares vão assinar o documento e farão fotos oficiais da posse neste sábado (2), logo após a sessão especial para a eleição da nova mesa diretora da casa, que acontece de forma presencial a partir das 14 horas. Serão definidos ainda o primeiro e o segundo vice-presidentes; o primeiro, segundo, terceiro e quarto secretários; corregedor e o vice. A sessão será transmitida ao vivo pelos canais oficiais da câmara no Youtube, Facebook e Twitter.

Quem são os 38 vereadores

A 18ª legislatura tem 20 vereadores reeleitos e 18 “novatos”. Permanecem na CMC: Beto Moraes (PSD), Dalton Borba (PDT), Ezequias Barros (PMB), Herivelto Oliveira (Cidadania), Marcos Vieira (PDT), Maria Leticia (PV), Mauro Bobato (Pode), Mauro Ignácio (DEM), Noemia Rocha (MDB), Oscalino do Povo (PP), Osias Moraes (Republicanos), Pier Petruzziello (PTB), Professor Euler (PSD), Professora Josete (PT), Sabino Picolo (DEM), Serginho do Posto (DEM), Tico Kuzma (Pros), Tito Zeglin (PDT), Toninho da Farmácia (DEM) e Zezinho Sabará (DEM).

Ingressam na Casa: Alexandre Leprevost (Solidariedade), Amália Tortato (Novo), Carol Dartora (PT), Denian Couto (Pode), Eder Borges (PSD), Flávia Francischini (PSL), Hernani (PSB), Indiara Barbosa (Novo), João da 5 Irmãos (PSL), Jornalista Márcio Barros (PSD), Leônidas Dias (Solidariedade), Marcelo Fachinello (PSC), Nori Seto (PP), Pastor Marciano Alves (Republicanos), Renato Freitas (PT), Salles do Fazendinha (DC), Sargento Tânia Guerreiro (PSL) e Sidnei Toaldo (Patriota).