Aproximadamente 80 cães, de diversas raças e também sem raça definida (SRD), foram resgatados em péssimas condições de um canil clandestino localizado em Bocaiúva do Sul, município da Região Metropolitana de Curitiba, nesta quarta-feira (29), em uma ação da Polícia Civil do Paraná. Entre os animais, os policiais encontraram um filhote morto e cães comendo os restos do corpo de outro cachorro que também havia morrido. A tutora dos animais foi autuada em flagrante pelo crime de maus-tratos.

LEIA MAIS – Campanha visa doar 12 toneladas de alimentos na pandemia em Curitiba. Ajude!

De acordo com o delegado da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente (DPMA) Matheus Laiola, a situação encontrada no local era tão ruim, que até mesmo os policiais ficaram abalados. “Recebemos uma denúncia informando de que em Bocaiúva do Sul havia um canil com animais em sinais de maus-tratos. Chegando ao local, a denúncia se confirmou, nós encontramos mais de 80 animais em condições deploráveis. [..] Tinha cachorro comendo carcaça de um cachorro morto, uma cena que chocou muito os nossos policiais”, afirmou.

Fezes, urina e remédios

Nas imagens feitas pelos policiais é possível observar que os animais estavam muito magros e que viviam em condições precárias de higiene, confinados em locais sujos, junto com suas próprias fezes e urina. No canil clandestino, ainda havia medicamentos armazenados e utilizados de maneira inadequada.

LEIA AINDA – Pedidos de redução das mensalidades escolares acabam em acordos e em brigas na Justiça

Sobre os remédios, o delegado explicou que eles não poderiam ser usados por uma pessoa sem conhecimento e autorização. “A medicação, a gente ainda está analisando, mas as informações dão conta que ela [a tutora] aplicava estas medicações sem qualquer tipo de documento autorizando e sem qualquer tipo de especialização e autorização para fazer isto”, diz o delegado.

De acordo com a polícia, os animais resgatados estão passando por consultas com médicos veterinários e os donos do canil serão responsabilizados criminalmente.

Fotos: Divulgação/PCPR

Precisamos do seu apoio neste momento!

Este conteúdo te ajudou? Curtiu a forma que está apresentado? Bem, se você chegou até aqui acredito que ficou bacana, né?

Neste cenário de pandemia, nós da Tribuna intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise. Bora ajudar?

Ao contribuir com a Tribuna, você ajuda a transformar vidas, como estas

– Pai vende vende 1000 bilhetes de rifa com a ajuda da Tribuna pra salvar o filho
– Leitores da Tribuna fazem doação de “estoque” de fraldas para quíntuplos
– Leitores se unem para ajudar catadora de papel de 72 anos

E tem várias outras aqui!

Se você já está convencido do valor de sua ajuda, clique no botão abaixo