Parecia cena de desenho animado, mas ocorreu em Matinhos, no litoral do Paraná. Dezoito banhistas foram atacados por abelhas na tarde de terça-feira (04), e algumas pessoas tiveram que correr em direção ao mar para escapar das ferroadas.

+Leia mais! Paraná deve ter salto na arrecadação de grana com o IPVA 2022. Já olhou o valor do seu veículo?

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as abelhas estavam dentro de um isopor no Balneário Junara, em Matinhos. Algum curioso foi verificar o que tinha dentro e as abelhas partiram para cima. Correria em direção ao mar, pessoas se protegendo e picadas aos montes. Em Curitiba, em 2019, cinco pessoas tiveram reações após serem atacadas por abelhas em uma estação-tubo.

“Foram 18 vítimas que precisaram da ajuda dos Bombeiros e uma viatura do Samu foi chamada por um guarda-vidas. Uma pessoa teve uma reação alérgica mais severa e precisou ser levada ao Hospital Regional de Paranaguá”, relatou a tenente Ana Paula Zanlorezzi, porta-voz dos Bombeiros na Operação Verão. Outras vítimas foram direcionadas a unidades de saúde de Matinhos e Pontal do Paraná.

+Viu essa? Surto repentino de casos de vômito e diarreia chama a atenção em Guaratuba

O isopor foi isolado em uma área de restinga após o incidente. Questionada se o isopor com as abelhas poderia ter sido colocado de propósito na praia por alguma pessoa, a tenente reforçou que não é possível ter essa informação. “ Não necessariamente. A caixa pode ter sido deixada ali e como as abelhas estão em movimento transitório podem ter feito do local um abrigo”, comentou Zanlorezzi.

Nova novela

Conheça o elenco principal de “Poliana Moça”

Capítulos finais

O que vai acontecer no final de Um Lugar ao Sol?

Além da Ilusão

Lyra afirma que Isadora não ama seu noivo

Confira!

John Wick 2 e mais filmes e séries chegam nesta semana na Netflix