Mesmo após a determinação do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) para que pelo menos 70% dos ônibus devem permanecer em circulação nos horários de pico, todos os veículos responsáveis pelas 359 linhas do transporte coletivo de Curitiba aderiram à paralisação dos serviços. Nesta terça-feira a paralisação segue com força em Curitiba e região.

Mesmo assim, o trânsito da capital continuou bastante movimentado. Algumas ruas, especialmente na região central da cidade, registram um trânsito com fluxo lento, com velocidade média de movimentação em torno de 5 km/h.

Acompanhe pelo Waze