Dois amigos adolescentes foram baleados, na madrugada de ontem, em uma área de proteção ambiental ao lado da Rua Antônio Alceu Zielonca, Planta Suburbana, em Piraquara, e só foram encontrados mais de cinco horas depois.

Um deles agonizou por todo esse período, atingido no rosto, e foi encaminhado ao Hospital Cajuru. O outro não resistiu.

Segundo vizinhos, Marlon Bruno Camargo Kerneski, 16 anos, e Alisson Fernando de Paula, 17, costumavam consumir drogas juntos.

Moradores ouviram disparos, por volta das 4h, mas não conseguiram enxergar nenhuma movimentação no terreno, que é amplo e cercado por árvores.

Os dois adolescentes foram encontrados, às 9h30, caídos no meio do terreno, baleados na cabeça. Entre eles havia um cachimbo usado para fumar crack, que foi apreendido pelo Instituto de Criminalística.

Marlon já estava morto. Alisson, mesmo depois de mais de cinco horas aguardando por socorro, ainda lutava pela vida. Ele foi encaminhado inconsciente ao hospital por socorristas do Siate.

Parentes de Marlon não souberam informar à Polícia Militar o que pode ter motivado o homicídio.

O hospital pede que familiares de Alisson compareçam ao pronto-socorro para acompanhar o garoto e autorizar procedimentos, já que se trata de um menor de idade.