Curitiba e Buenos Aires voltarão a ter conexão direta nos próximos meses. Suspensos desde o início da pandemia, os voos entre as duas cidades operados pela Aerolíneas Argentinas serão retomados na primeira semana de abril. Serão quatro partidas semanais para a capital argentina – os voos vão acontecer sempre às segundas-feiras, quintas-feiras, sextas-feiras e domingos.

Os aviões que vão operar a linha são Embraer E190, com capacidade para 96 passageiros. A nova rota vai ligar o Afonso Pena, em São José dos Pinhais, ao aeroporto Jorge Newberry, conhecido como Aeroparque, próximo ao Centro de Buenos Aires.

+ Leia mais: Mais de 805 mil vacinas contra a Covid-19 devem chegar ao Paraná nesta segunda

O anúncio de que as operações entre as duas cidades serão reiniciadas foi feito na semana passada, pelo diretor comercial, de planejamento e de gestão de rotas da aérea, Fabián Lombardo, e publicado em diversos veículos argentinos, como o La Nación. Além de Curitiba, Brasília e Porto Alegre também terão seus voos diretos para Buenos Aires retomados.

Conforme Lombardo, as tarifas devem ser atrativas, já que o objetivo da companhia é encorajar turistas a visitar a Argentina, impulsionando o mercado receptivo.

Com a retomada, o Aeroporto Afonso Pena volta a contar com pelo menos uma rota internacional. Até o início da pandemia, além dos voos diretos para Buenos Aires, na Argentina, o aeroporto recebia voos vindos de Assunção, no Paraguai.

+ Veja também: Câmara aceita quatro processos que podem cassar vereador Renato Freitas (PT)

Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), em 2019, entre Curitiba e Buenos Aires foram transportados 33.907 viajantes pela Aerolíneas Argentinas. O último voo internacional que saiu do Aeroporto Afonso Pena foi em 28 de março de 2020, para Assunção, Paraguai.