As obras de construção das alças de acesso à trincheira da Ceasa entraram na reta final e a previsão da Secretaria Municipal de Obras Públicas é que sejam concluídas na segunda quinzena de março, para o aniversário de Curitiba. De acordo com a Prefeitura de Curitiba, as obras estão em ritmo acelerado e já estão 85% concluídas.

Com investimento de R$ 10,6 milhões da Prefeitura, a trincheira vai melhorar o acesso e a mobilidade na região sul da cidade e interligar os bairros CIC e Tatuquara por baixo da BR-116, além de facilitar o deslocamento para os bairros Ganchinho e Umbará.

Quando concluídas, as obras das alças da Ceasa vão permitir a ligação das ruas Hasdrubal Bellegard com a Dílson Luís. Os trabalhos devem beneficiar diretamente 275 mil habitantes dos bairros CIC, Tatuquara e Umbará, além dos milhares de motoristas que circulam pela BR-116 e acessam a Ceasa todos os dias. A extensão total da obra é de 1.165,12 metros.

Melhor mobilidade

Atualmente, quem está na BR-116, no sentido Fazenda Rio Grande, precisa andar quase dois quilômetros para fazer o retorno e acessar a Ceasa. A trincheira vai acabar com este problema. O projeto também compreende a pavimentação das alças de acesso, muro de contenção, iluminação, calçadas, rampas de acesso para pessoas com dificuldade de locomoção, sinalização horizontal e vertical, além de paisagismo.

Trincheira a caminho