Curitiba, Ponta Grossa e cidades das regiões leste e sudeste do Paraná, estão sob alerta laranja de tempestade, emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) no início da tarde deste sábado (15). Segundo o alerta, estas regiões podem ser atingidas por chuvas entre 30 e 60 mm/h, rajadas de vento de até 100 km/h e queda de granizo.

+ Leia mais: Homem morre carbonizado após fogo queimar casa na região de Curitiba

O alerta, de nível laranja – segundo mais grave em uma escala com três níveis –, vale também para os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ainda segundo o Inmet, com estas condições climáticas, há riscos de corte de energia elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Chuva, descargas elétricas e vendaval

De acordo com o Simepar, por conta das temperaturas elevadas, juntamente com a umidade presente na atmosfera, há um favorecimento da formação de núcleos isolados de chuvas. Chuvas que virão acompanhadas de descargas elétricas com chances de rajadas de ventos moderados a fortes.

+ Leia mais: Pirata em Curitiba? Conheça a história de Zulmiro e do tesouro escondido

“Uma linha de instabilidade que se desloca pela Região Metropolitana de Curitiba (RMC), provoca temporais localizados entre o centro-sul da cidade de Curitiba e os municípios vizinhos localizados mais ao sul de Curitiba, como mostra a figura do radar meteorológico de Teixeira Soares, pertencente ao Simepar”, explica o meteorologista do Simepar, Tarcízio Valentin da Costa.

Ainda segundo o Simepar, o domingo será mais um dia com temperaturas elevadas nas diversas regiões do Estado. “Novamente, a partir do período da tarde são esperadas pancadas de chuvas isoladas acompanhadas de descargas elétricas”.

Proteja-se

Além do alerta, o Inmet também dá dicas para que as pessoas enfrentem os temporais com segurança:

– Em caso de rajadas de vento não se abrigue debaixo de árvores, pois há risco de queda e descargas elétricas. E não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda.
– Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia.
– Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Antonina ‘ferve’ com 65,5°C de sensação térmica e temperatura de 43,9°C