O iFood anunciou a criação de um fundo temporário de R$ 8 milhões para auxiliar os entregadores com os valores da gasolina. O valor será repassado em novembro e dezembro, R$ 4 milhões em cada mês. O objetivo é minimizar os impactos da alta do combustível no Brasil, que chega passar de R$ 7 em algumas cidades. Em Curitiba, alguns postos já apresentam valores acima de R$ 6 para o litro da gasolina.

Segundo a plataforma, também haverá reajuste nos valores das rotas de entrega e, a partir de novembro, haverá um incremento nacional no quilômetro rodado, que deve representar, de acordo com o iFood, um ganho de até 8% na entrega dos pedidos. Isso significa ganhos em todas as rotas percorridas, em especial em trechos mais longos.

+ Leia mais: Lojas do Extra em Curitiba podem fechar após meganegociação com o Assaí? Entenda!

Em momentos de maior demanda, como datas comemorativas, finais de semana e feriados, o iFood também aplica valores adicionais à rota como forma de incentivar os entregadores.

Mais trabalho, menos ganhos

Os entregadores, junto com os motoristas de aplicativos, vêm sendo um dos ramos mais prejudicados pela alta da gasolina no Brasil, que segue em ascensão. Além disso, os entregadores têm relatado maior jornada de trabalho e menos remuneração, queixa comprovada por um estudo da Rede de Estudos e Monitoramento da Reforma Trabalhista (Remir) a partir de projeto da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Divulgada em julho, a pesquisa aponta queda de remuneração de 58%, jornadas de trabalho de seis a sete dias por semana para 71% e jornadas acima de nove horas em 62% dos casos. Em julho, os entregadores realizaram uma mobilização para chamar atenção ao problema. Atualmente, segundo levantamento do Instituto Locomotiva, estima-se que 11 milhões de brasileiros dependem do trabalho e aplicativos para obter renda.

Web Stories

Pega Pega

Sérgio avisa a Erica que o juiz o liberou sob fiança

Conhece?

Bosques de Curitiba são ótimas opções de passeios

Império

Vicente pede Maria Clara em casamento

6 boas dicas!

Quer emagrecer de graça em Curitiba? É possível!