Três socorristas do Siate que seguiam para atender a um acidente grave no bairro Cajuru, em Curitiba, se envolveram num acidente com um trem na noite desta terça-feira (12) no mesmo bairro. A colisão deixou todos os ocupantes, um médico, uma enfermeira e o motorista, feridos. A viatura, uma caminhonete Amarok, chegou a ser arrastada por 50 metros.

A colisão aconteceu quase no final da noite e faltava poucos quilômetros para que a equipe chegasse ao local do acidente entre um carro e uma motocicleta com um adolescente gravemente ferido. No cruzamento da linha do trem com a Rua Sebastião Marcos Luiz, o acidente com a viatura acabou acontecendo.

Com o impacto, o trem arrastou a caminhonete de apoio médico do Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate). O acidente só não foi mais grave, porque o trem estava descarregado e o maquinista conseguiu frear a composição. Os três feridos foram encaminhados ao Hospital Cajuru e, apesar de dois deles terem sido atingidos de forma mais grave, nenhum corria risco de morte.

Primeiro acidente deixou um jovem morto. Foto: Reprodução/RPC.
Primeiro acidente deixou um jovem morto. Foto: Reprodução/RPC.

Acidente fatal

A equipe estava em deslocamento para atender um acidente entre um carro e uma moto no cruzamento da Rua João Tobias de Paiva Netto com a Rutildo Pulido, também no Cajuru.

No acidente, um rapaz de 17 anos, que estava em uma moto, morreu ao perder o controle e colidir contra um poste. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal de Curitiba.

Terra de ninguém!