Antigos amigos de infância da Vila Santa Mônica, em Piraquara, brigaram depois de adultos e a rixa resultou nos assassinatos de Wingrison Rangel, 18 anos, e Patrick Monteiro, 17, em Pinhais. Segundo a polícia, o crime foi uma vingança relacionada à tentativa de homicídio de dois rapazes, meses antes.

No dia 17 de julho, Wesley Rudney, 20, foi até à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Pinhais para visitar a esposa, que estava prestes a dar a luz. Conforme o delegado Herculano Augusto de Abreu, de Pinhais, ele seria o alvo dos atiradores, que acreditavam que foi ele quem disparou contra os irmãos deles, em Piraquara.

Os quatro rapazes envolvidos nos assassinatos chegaram em uma Montana branca e um Fiesta preto.
Como não encontraram Wesley, de acordo com o delegado, balearam Wingrison, irmão dele, e Patrick, primo, que o aguardavam fora da unidade.

Ainda no dia do crime, um dos suspeitos, Alexandre Paulo Ferreira, 34, que, segundo a polícia, dirigia o Fiesta, foi detido. Nessa segunda-feira Mauricio do Carmo Mordhorst, 23, e Denis Odair Freitas dos Reis, 19, suspeitos de atirar nas vítimas, também foram presos. A polícia ainda procura o quarto envolvido, identificado como Fábio Abrão de Oliveira Frajuca, 19.

Veja a entrevista com o delegado.

Paraná Online no Facebook