Após 23 postes da ciclovia Linha Verde Sul terem sido serrados por bandidos para furtar as luminárias de LED, nos últimos quatro meses, a Prefeitura de Curitiba fará um teste em um dos novos postes para tentar evitar a ocorrência de novos casos. Na manhã desta quarta-feira (27), a administração municipal reinstalou um dos postes, com todo o seu interior preenchido com concreto. Além disso, o equipamento, instalado na ciclovia entre os bairros Parolin e Fanny, será observado durante uma semana.

 

“Vamos ver como irá se comportar, se vão tentar serrar novamente. A nossa ideia é testar esta nova técnica. Se não acontecer novos furtos ou vandalismos vamos trocar todos os postes que foram serrados e vamos preencher com concreto”, explicou Tony Malheiros, diretor do Departamento de Iluminação Pública.

Prejuízos

Até agora, o prejuízo registrado com os postes serrados e roubos de luminárias chegou a R$ 94,1 mil na ciclovia da Linha Verde Sul, entre os bairros Parolin e Fanny. “Estamos fazendo um trabalho em conjunto com a Guarda Municipal e a Polícia Civil para tentar diminuir as ocorrências e os prejuízos para o município”, explicou Malheiros.

Todos os postes de fibra que foram serrados fazem parte da obra que a Prefeitura executa para melhorar a iluminação da ciclovia na Linha Verde. Estão sendo investidos R$ 2,3 milhões na implantação e melhoria do sistema de iluminação de 18,5 quilômetros de ciclovias da cidade.

Os furtos e vandalismo acabam gerando insegurança para a população que caminha ou passa de bicicleta pelos locais. As pessoas podem denunciar as ocorrências pelos telefones 153 da Guarda Municipal ou pelo 156 da Prefeitura.