Uma árvore de Natal um tanto diferente está chamando a atenção dos moradores da cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba. Para quem passa pela Estrada da Ribeira, na região do bairro Alto Maracanã, pôde notar nos últimos dias, uma árvore cheia de calçados. Construída por um artista plástico local, o Rogério Aquino, 55 anos, precisou mudar o conceito original para que pessoas pudessem ser ajudadas neste Natal. E para quem precisa, é bem simples, basta ir até a árvore e retirar um par.

Assista o vídeo logo abaixo!

Morador de Colombo há 46 anos, Aquino também é pintor letrista e paisagista profissional. Para ele, esta última é mais que uma profissão, é uma religião. E o que inicialmente seria apenas uma obra para provocar reflexão, utilizando-se do símbolo natalino, se tornou um ato de amor e solidariedade.

Uma placa próximo à árvore traz um questionamento que, segundo Rogério, deveríamos fazer todos os dias: “Pra onde caminha a humanidade?”. Com esta indagação, o artista quis provocar uma reflexão a quem passasse por ali. Era um convite a refletir sobre suas ações e como isso pode impactar o mundo.

+ Leia mais: Árvore Solidária de Natal; adote uma “cartinha” e faça o bem a quem precisa

Árvore de Natal com calçados feita por artista plástico chama atenção em Colombo. Veja como ajudar!
Uma árvore de Natal um tanto diferente está chamando a atenção dos moradores da cidade de Colombo, região metropolitana de Curitiba. Para quem passa pela Estrada da Ribeira, na região do bairro Alto Maracanã, pôde notar nos últimos dias, uma árvore cheia de calçados. |Foto: Rodrigo Cunha/Tribuna do Paraná

A ideia de transformar a árvore em um ato de solidariedade surgiu após alguns dias, ao notar que alguns calçados pendurados estavam sumindo. Após ver uma senhora pendurando um par de tênis e alguns bilhetes na árvore com mensagens de carinho, Rogério Aquino percebeu que as pessoas precisavam apenas de um canal para ajudar ao próximo.

Corrente de amor

Em conversa com a Tribuna do Paraná, Aquino contou que se sente alegre e realizado, e afirma sobre o quão gratificante é poder ver seu trabalho se tornando em uma corrente de amor.

“A ideia era que os calçados representassem o sonhos das pessoas, o caminho, os encontros e desencontros, mas aí, de repente, acabou tomando um cunho social. Tem pessoas que agora estão usando estes calçados. Não conhecemos a vida dela. Imagine que para uma pessoa chegar na árvore de natal e pegar um calçado que está ali, é porque está precisando bastante. É gratificante saber que agora não é só uma sentido filosófico, mas social também”, comenta Rogério, emocionado.

+ Leia também: 10 humoristas curitibanos que fazem sucesso no Brasil inteiro

O que inicialmente seria apenas uma reflexão utilizando-se do símbolo natalino se tornou um ato de amor e solidariedade. Imagens: Alison Martins

A ação contou com a ajuda do Coletivo Colombo Lixo Zero, instituição vinculada ao Instituto Lixo Zero Brasil – uma organização civil e sem fins lucrativos que tem como objetivo espalhar a ideia de lixo zero e trazer programas de conscientização sobre o meio ambiente e o controle sobre o lixo produzido.

Bora ajudar?

O artista ainda comentou que falta apenas um canal para que as pessoas possam ajudar os outros, e que encontrou isso em sua árvore de Natal.

“Vejo que as pessoas querem ajudar, o que falta é um canal, uma luz. As pessoas se pergunta: para onde vou caminhar para ajudar os outros? E quando eles encontram um canal para ajudar elas fazem isso, e elas viram na árvore essa possibilidade”, afirma Rogério.

Para quem deseja ajudar, pode simplesmente levar calçados em bom estado ou brinquedos e amarrar na própria árvore com um barbante ou procurar o artista pelo telefone: (41) 99518-6847 ou pelo Facebook.

A árvore está localizada às margens da Estrada da Ribeira, em Colombo, próximo ao supermercado Rio Verde no Alto Maracanã.