programação de Corpus Christi mobilizou centenas de pessoas na confecção dos tradicionais tapetes que marcam a celebração religiosa. Desde a madrugada fiéis da Igreja Católica se uniram para realizar o trabalho de fé, que rende muita reflexão e muita foto para mostrar para familiares e amigos.

Os trabalhos alteraram o trânsito no Centro e no Centro Cívico, em Curitiba, nesta quinta-feira (20). Como a tradicional confecção do tapete de serragem de Corpus Christi, feita da Praça Tiradentes, no Centro, até a Praça Nossa Senhora da Salete, no Centro Cívico, uma faixa de trânsito foi bloqueada na extensão da Rua Barão do Serro Azul e da Avenida Cândido de Abreu, até o fim da decoração.

O bloqueio parcial aconteceu das 7h às 13h, mas as ruas transversais continuaram livres para a passagem de veículos.

+Leia também: Gol faz promoção com passagens internacionais custando R$ 3,90

A missa na Praça Tiradentes estava marcada para às 14h30. Na sequência, por volta das 15h, os fiéis seguiram em procissão pelas Barão do Serro Azul e Cândido de Abreu, até à Praça Nossa Senhora da Salete. Durante a procissão, as vias ficaram bloqueadas e foram liberadas após as pessoas finalizarem a passagem por cada local.

Apresentações religiosas completaram a programação na Praça Nossa Senhora da Salete. Para a realização dos shows, ruas próximas à praça tiveram interrupção na passagem de veículos no período das 17h às 20h.

Veja como foi a procissão pelas ruas do Centro da capital:

Transporte coletivo

Também em virtude do evento religioso, algumas estações-tubo foram desativadas:

– Praça 19 de Dezembro, a partir das 11h e até que a via seja liberada no período da tarde;

– Comendador Fontana, sentido Cabral, que já está desativada devido a obras;

– Prefeitura, sentido Centro, a partir das 11h até a liberação no período da tarde, conforme orientação de agentes de fiscalização;

– Palácio Iguaçu/Centro Cívico, a partir das 5h até a liberação no período da tarde;

– Assembleia, seguirá sob orientação de agentes de fiscalização, que observarão o andamento do evento;

– Praça Tiradentes, onde há três estações-tubo, a partir das 10h e até que seja liberada da via no período da tarde, conforme orientação de agentes de fiscalização;

– Nestor de Castro, onde existem três estações-tubo, a partir das 7h, devido ao bloqueio da Rua Barão do Serro Azul, que deve ser liberada no período da tarde, conforme orientação de agentes de fiscalização.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Confecção dos tapetes coloridos:

O que é o Corpus Christi

O dia de Corpus Christi, cujo nome que vem do latim significa “Corpo de Cristo”, de acordo com informações da Arquidiocese de Curitiba, celebra o mistério da Eucaristia, o Sacramento do Corpo e do Sangue de Jesus Cristo.

+Leia também: Tempo aberto e com calor segue em Curitiba nesta semana! Veja a previsão!

A festa de Corpus Christi acontece sempre na segunda quinta-feira após o domingo de Pentecostes, em alusão à Quinta-feira Santa, quando Jesus instituiu este sacramento. Ainda segundo a Arquidiocese, foi durante a última ceia com seus apóstolos que Jesus mandou que celebrassem Sua lembrança comendo o pão e bebendo o vinho, que se transformariam em seu Corpo e Sangue.

Quando surgiu?

A celebração surgiu na cidade de Liège, na Bélgica, em 1243, quando uma freira teria tido visões de Jesus Cristo, demonstrando à ela seu desejo de que o mistério da Eucaristia fosse celebrado com destaque. Anos depois, em 1264, o Papa Urbano IV estendeu a festa para toda a Igreja, pedindo a São Tomás de Aquino que preparasse as leituras e textos litúrgicos que, até hoje, são usados durante a celebração.

+ Leia mais: Fábrica de bala de banana de Antonina tem visitação gratuita. Conheça novos sabores!

Nesta mesma época o Corpus Christi passou a contar com uma procissão, como uma forma de demonstração pública e comunitária de fé na Eucaristia, conforme informações da Igreja Católica.

Tapetes

O costume de produzir tapetes coloridos, no caminho por onde passa a procissão, começou em Portugal. Esta tradição chegou ao Brasil com os colonizadores e é realizada pelos fiéis até hoje. Os desenhos reproduzidos nos tapetes representam cenas bíblicas, objetos e outros símbolos que retratam a fé e a figura de Jesus Cristo.

+ Leia também: Com trânsito caótico, Tarumã deve ganhar novo binário após inauguração de shopping

Normalmente, os tapetes são feitos com serragem, sal, flores, areia e outros materiais coloridos, confeccionados por fieis de diversas paróquias, geralmente na noite anterior a festa de Corpus Christi. O comprimento de cada tapete pode variar, mas os desenhos costumam decorar as ruas por onde passa e procissão.