Curitiba, região metropolitana e o restante do Paraná segue sob alerta laranja de temporal nesta quarta-feira (8). A chuva, proveniente da região noroeste do país, pode trazer rajadas de vento, granizo e chuva muito forte. Na capital, o alerta vale até às 9h30 de quarta-feira (8).

+ Leia também: IPTU 2020 começa a ser entregue aos curitibanos. Confira prazos e opções de pagamento

O alerta, que vem do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), descreve “chuva entre 30 e 60 mm/h ou 50 e 100 mm/dia, ventos intensos (60-100 Km/h), e queda de granizo.”

+ Leia mais: Iate de luxo fica destruído em incêndio em Guaratuba

No Paraná, as áreas afetadas devem ser: Região Metropolitana de Curitiba, Central Paranaense, Litoral Paranaense, Norte Paranaense, Oeste Paranaense, Sudoeste Paranaense e Sul Paranaense. Apenas o norte do Paraná, incluindo a região de Londrina, não deverá ser atingida pelo temporal.

Além do Inmet, Defesa Civil do Paraná também emitiu alerta no início da tarde desta terça-feira com a previsão de chuvas intensas, raios e vendaval para Curitiba e região metropolitana.

O que é alerta laranja?

O alerta laranja emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia engloba chuva entre 30 e 60 mm/h, ventos intensos (60-100 Km/h) e queda de granizo. Há ainda risco de corte de energia elétrica queda de árvores e de alagamentos.

Os alertar são divididos em uma escala de cores que vai do Verde, o mais fraco, amarelo, laranja e vermelho, o mais grave.

O que fazer em caso de temporal?

Quem precisar comunicar a prefeitura de Curitiba sobre a queda de árvores deve utilizar o telefone 156 da Central de Atendimento ao Cidadão ou pelo site. O atendimento acontece por ordem de chamada e também de acordo com a gravidade da situação relatada.

+ Leia mais: Faz compras em sites internacionais? Agora tem que pôr CPF para não ter produto barrado

A orientação da Defesa Civil é de evitar sair de casa durante uma tempestade. Se a pessoa estiver na rua, evitar se abrigar embaixo de árvores e de estruturas metálicas, uma vez que Curitiba tem registrado grande incidência de raios.

Outras situações decorrentes de chuvas ou temporais podem ser atendidas pelo Corpo de Bombeiros (193) e pela Copel.