O Autódromo Internacional de Curitiba (AIC), instalado em Pinhais, na Região Metropolitana, vai ser fechado a partir do dia 31 de dezembro e irá se tornar um espaço com comércio, residências e áreas de lazer. A ideia de fechar o local vem de 2016, mas a partir de 2022, um grupo de empresários vai iniciar as intervenções e mudanças no espaço.

Para a próxima quinta-feira (30) está sendo programada uma manifestação em frente à prefeitura de Pinhais com pilotos e fãs do automobilismo, contrários a venda do autódromo. A informação foi noticiada pela Rádio BandNews FM.

LEIA TAMBÉM:

>> Presidente do IAT é denunciado pelo MP por associação criminosa no projeto da orla de Matinhos

>> Que tal andar com o ônibus da linha Turismo pagando só R$ 4,50? Isso é possível!

Em entrevista à emissora de Curitiba, o empresário Carlos Rodrigues, um dos novos proprietários da área, disse que o local terá outra cara e a população vai ser beneficiada com o desenvolvimento urbano. “O passo que foi dado não tem como voltar mais. É um projeto de uma cidade inteligente, um novo urbanismo que prevê você morar, se divertir, gastar, se exercitar, ter lazer e cultura no mesmo local”, disse Rodrigues, que se tornou sócio do autódromo em 2018.

De acordo com o estudo de impacto apresentado à prefeitura, os canteiros do autódromo darão espaço as áreas verdes e de lazer. No projeto, parte da estrutura será doada para prefeitura e um parque contribuiria com a sociedade. “A manutenção de grande parte da pista vai ser utilizada com mesmo pavimento, as curvas irão se transformar em um parque público com doação ao município. A gente está prevendo fazer eventos de bicicleta e patinete’, reforçou Rodrigues.

Pilotos são contra a venda do espaço

Para a próxima quinta-feira (30) está sendo programado um protesto em frente à prefeitura de Pinhais com pilotos e fãs do automobilismo contrários a venda do espaço. Os manifestantes pedem que a administração municipal intervenha e não deixe o local ser derrubado.

Em nota enviada para a BandNews FM, a Prefeitura de Pinhais afirma que o autódromo é espaço particular, e a decisão de encerrar as atividades é dos proprietários, não tendo a prefeitura gerência sobre isso. A administração municipal afirmou, ainda, que as futuras intervenções no local trarão benefícios aos moradores da região, com destaque para a construção de parques públicos e uma unidade básica de saúde.

As obras devem iniciar no começo de 2022 e serão divididas em duas etapas: a primeira deve ser concluída em um ano e meio e o restante até 2031.

Web Stories

Gigante!!

Nova Havan será quatro vezes maior que a loja que será abandonada em Curitiba

Você sabia?

Cinco curiosidades sobre Curitiba que nem o curitibano raiz vai saber dizer!

Malhação Sonhos

Nat impede que Duca enfrente Lobão

Lindas!

Cinco árvores exóticas e raras de Curitiba