Ao longo desta sexta-feira (31), alguns bairros de Curitiba e também de municípios da Região Metropolitana podem ficar sem água, como informa a Companhia Paranaense de Saneamento.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Já na Região Metropolitana, a produção de água da Estação de Tratamento Iraí está prejudicada em razão do mau tempo – as fortes chuvas “limparam” as margens do rio, movimentando muitas folhas, galhos e areia, o que provocou o aumento da turbidez e a diminuição da produção de água. Com isso, o abastecimento em Piraquara e Pinhais pode ser afetado.

Na capital, uma situação emergencial ocorrida no início da tarde está prejudicando o abastecimento nos bairros Alto Boqueirão, Boqueirão, Ganchinho, Hauer, Pinheirinho, Sítio Cercado e Xaxim. A previsão é de que a manutenção seja concluída durante a madrugada e a normalização do abastecimento ocorra por volta do meio-dia de sábado (1º).

+Leia também: Curitiba tem redução de quase 7% no número de mortes em acidentes de trânsito

Em Piraquara, o bairro que pode ser atingido é o Guarituba. Em Pinhais, os bairros afetados são Rural, Vila Amélia 1 e 2, Esperança, Maria Antonieta, Jardim Tropical, Planta Santa Catarina, Vila Nova, Bairro Holandês, Alves Corrêa e Jardim Havaí. A expectativa também é de que a normalização do sistema ocorra na manhã deste sábado.

Por sua vez, em Campo do Tenente, também na RMC, as chuvas provocaram alagamento da estação elevatória que faz a distribuição de água no município e, por isso, o abastecimento na cidade está prejudicado. Equipes da Sanepar trabalham para restabelecer o funcionamento da estação, mas a previsão é que o serviço seja concluído por volta das 22h desta sexta-feira e a normalização do abastecimento ocorra somente na manhã de sábado.

No entanto, de acordo com a Sanepar, em todos os casos, somente ficarão sem água os clientes que não têm caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros.

Conheça o novo secretário de Segurança do Paraná, o coronel Rômulo Marinho Soares