A Sanepar continua a executar, a partir desta segunda-feira (25), a obra da Estação de Tratamento de Água (ETA) Passaúna, que irá alterar até quinta-feira (28) o abastecimento de água em bairros de Curitiba, Araucária, Campo Largo, Almirante Tamandaré e Campo Magro. Veja lista abaixo.

>> ATUALIZAÇÃO: Sanepar cancela obras e corte no abastecimento de água em Curitiba e RMC

Está sendo feita a recuperação da estrutura de um floculador da ETA, o que vai levar à interrupção do funcionamento do módulo, reduzindo em 25% a produção de água. A estação Passaúna tem quatro módulos floculadores. Os outros três continuarão funcionando normalmente.

A manobra foi programada para que haja um escalonamento entre os bairros, conforme essa tabela . Os horários são variáveis, dependendo da região.

LEIA TAMBÉM:

>> Curitiba espera vacinar 100 mil pessoas contra a covid-19 nesta semana; veja o cronograma

>> Valet falso? Saiba como prevenir golpes em estacionamentos não-licenciados

Em cada dia, cerca de 170 mil pessoas podem ficar sem água. Por isso, a recomendação é, que nos dias programados, o uso da água seja priorizado para alimentação e higiene pessoal.

Obra

A ETA Passaúna produz cerca de 2 mil litros por segundo. As obras que serão executadas estão no planejamento da Companhia para manutenção da quantidade e da qualidade da água produzida na estação. Os investimentos são de R$ 12,3 milhões.

Na recuperação da estrutura do floculador, será preciso esgotar toda a água, fazer a limpeza do módulo com jateamento e tratar as fissuras que forem encontradas. Nos outros três módulos, a recuperação foi feita anos atrás. No módulo de floculação, as impurezas presentes na água são agrupadas, por ação coagulante, em partículas maiores (os flocos), facilitando o processo seguinte, de decantação.

Além da melhoria dessa estrutura, também está sendo feita a reforma do prédio administrativo, que contempla a reestruturação do laboratório de análises da água.

A próxima etapa da obra será a substituição das lonas dos 24 decantadores da ETA. Quando for programado este serviço, o impacto no abastecimento será menor do que na atual fase. Durante o tratamento da água, o decantador separa o material sólido do líquido, fazendo com que as partículas sólidas fiquem mais densas e se depositem no fundo do tanque. A água passa então para a próxima etapa, de filtração.

A conclusão das obras está prevista para meados de 2023. De dezembro até agora, foram feitas a pintura do reservatório elevado, das caixas dos macromedidores e das válvulas de manobras; a inspeção interna de todos os decantadores da ETA para levantamento de medidas visando a substituição total das lonas; a construção de abrigos externos para equipamentos de tratamento; e a recuperação de estruturas de concreto, reparos e injeção de gel impermeabilizante da parte externa dos módulos de tratamento, acesso e iluminação.

O gerente geral da Sanepar em Curitiba e Região Metropolitana, Fábio Basso, explica que, para melhorar a produção de água, tem que suspender temporariamente o abastecimento para algumas regiões. “Esse cronograma foi definido de forma a causar o menor impacto possível na vida das pessoas. Fizemos um grande esforço para reduzir o período de suspensão do abastecimento. E, mais uma vez, contamos com a compreensão e a colaboração dos moradores da Região Metropolitana”, afirma.

Lista de bairros afetados

Pantanal

Zuleica está preocupada com Marcelo

Instagramáveis

Saiba onde encontrar as lindas cerejeiras em Curitiba

Novidades da Netflix

Volume 2 de Stranger Things 4 e mais séries e filmes chegam nesta semana

Além da Ilusão

Joaquim termina seu noivado com Isadora