Cerca de 600 mil pessoas tiveram o abastecimento de água comprometido na manhã desta sexta-feira (3), em Curitiba e Região Metropolitana. De acordo com a Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), problemas eletromecânicos afetaram, por volta das 4 horas, o funcionamento da Estação de Tratamento de Água (ETA) Passaúna.

Apesar de as equipes da companhia já terem feito os reparos necessários, a previsão é que o abastecimento só seja completamente normalizado no sábado (4).

A falta de água atinge bairros da região Norte e Sul de Curitiba: Butiatuvinha, Cascatinha, Orleans, Santa Felicidade, Mossunguê, Riviera, Bigorrilho, São Bráz, Santo Inácio, São João, Lamenha Pequena, Campo Comprido, São Miguel, Augusta, Fazendinha, Capão Raso, CIC, Ganchinho, Pinheirinho, Sítio Cercado, Tatuquara, Campo de Santana, Caximba, e Umbará.

Na região metropolitana, os municípios afetados foram Araucária, Campo Largo, Almirante Tamandaré e Campo Magro.

Normalização

Segundo a assessoria de imprensa da Sanepar, a normalização do sistema depende do enchimento dos reservatórios e distribuição até os imóveis atendidos pela ETA. Por isso, muitas residências podem ter falta de água até no sábado.

A retomada do abastecimento deve começar à noite desta sexta e prosseguir até o dia seguinte.

A recomendação da Sanepar é que os consumidores que têm caixa d’água no imóvel evitem desperdícios.

Em caso de dúvidas, a orientação é entrar em contato com a companhia através do Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar. O telefone é o 0800 200 0115, que funciona 24 horas por dia. Ao ligar, é importante ter mãos a conta de água ou o número de matrícula do imóvel.

A ETA Passaúna tem capacidade para produção, conforme a Sanepar, de 1,8 mil litros por segundo. Além desta estrutura, o sistema de abastecimento em Curitiba e RMC conta com as estações de tratamento de Iguaçu, Iraí e Miringuava.