Nova empresa, problemas antigos. Mesmo a após a troca da operadora responsável pela travessia, uma balsa do ferry boat voltou a ficar à deriva em Guaratuba, no Litoral do Paraná, na manhã da última segunda-feira (7). O registro, de acordo com informações do Bom Dia Paraná, da RPC, foi feito por uma usuária do serviço.

LEIA TAMBÉM:

>> Noiva fantasma de Colombo que assustou moradores ainda é sensação na internet; vem quem é ela

>> “Nem inaugurou”! Moradores de Colombo reclamam de vandalismo e furtos em nova delegacia

“Olha o que aconteceu com a balsa. Foi embora, do lado contrário. Não sei se tá quebrada. Ficou à deriva. Naquela distância, eu nunca tinha visto”, relatou a moradora, ao gravar um vídeo no local. Ainda segundo ela, outra balsa também enfrentava dificuldades para atracar após ter feito a travessia da baía de Guaratuba, complicando a vida de moradores e visitantes do Litoral paranaense.

Após o ocorrido, a balsa do ferry boat precisou ser “socorrida” por rebocadores. Em nota, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que a embarcação saiu da rota de navegação devido a um problema mecânico e que dois rebocares foram usados para dar apoio. Ainda segundo o DER, o ferry boat foi consertado e já voltou a operar na travessia. Procurada pela RPC, a empresa Internacional Marítima, não havia se pronunciado até a manhã desta terça-feira (8).

Em transição

De acordo com o governo estadual, o serviço de travessia passa por um momento de transição e vem sendo operado pela empresa Internacional Marítima desde o dia 10 de fevereiro, após uma contratação emergencial. No Carnaval, o DER já havia pedido aos motoristas que evitassem a travessia durante o feriado, sugerindo o uso da BR-376 até Garuva (SC) e a PR-412 até Guaratuba, como rota alternativa.

Ainda conforme o DER, já foram observadas melhorias no serviço atual, mas ele está sendo realizado com três embarcações do tipo ferry boat e um conjunto de balsa e rebocador, em apenas dois atracadouros.