Técnicos da Sanepar e o Corpo de Bombeiros instalaram na tarde de quarta-feira (10) uma barreira no Rio Piraquara com o objetivo de conter o transporte de material sólido flutuante até a unidade de captação de água do sistema Iraí, em Pinhais, região metropolitana de Curitiba. A barreira fica a 6,1 quilômetros da captação.

A medida é preventiva para evitar que um grande volume de material sólido prejudique o processo de tratamento de água, afetando o abastecimento da população, como ocorreu na semana passada.

+ Leia mais: Estudo aponta até 90 mortes por dia e pede lockdown urgente em Curitiba

A barreira de contenção é de lona e material flutuante e tem 15 metros de extensão, de uma margem a outra do rio. Além de conter resíduos sólidos, a barreira sinaliza o trecho do rio onde há alteração da qualidade da água. 

A medida contribui para o monitoramento da qualidade do manancial e, numa nova ocorrência de poluição, para a identificação mais rápida da fonte poluidora.