Um acidente de trânsito entre dois veículos provocou a morte de uma criança de um ano e meio de idade na manhã de hoje no bairro São Benedito, em Uberaba (494 km de Belo Horizonte). O local do acidente não tem sinalização.

Segundo testemunhas, um veículo Gol azul dirigido pelo aposentado Walter Ramos, 79, subia pela rua Nova Ponte, sentido centro-bairro, quando, no cruzamento com a rua Bernado Rossi, bateu em outro Gol, verde, dirigido por Jhony José de Oliveira da Silva, 29, que seguia no sentido contrário.

Com o impacto, o Gol azul rodou e atingiu duas pessoas na calçada. Uma delas era Ester Correia e Correia, de um ano e seis meses, que estava num carrinho de bebê empurrado pela mãe, a diarista Luciana Correia e Correia, 35.

O carrinho do bebê ficou prensado no muro de uma residência. Ramos e Luciana sofreram ferimentos leves.

Duas unidades do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e um carro do Corpo de Bombeiros chegaram a prestar socorros às vítimas ainda no local do acidente.

Segundo o atendimento pré-hospitalar, a criança sofreu traumatismo craniano e parada cardiorrespiratória, sendo imediatamente encaminhada, em estado gravíssimo, ao Hospital de Clínicas da Faculdade de Medicina do Triangulo Mineiro.

Porém, ela não resistiu e morreu 45 minutos após ter dado entrada no hospital.

O perito criminal da Polícia Civil Edírson Adriano Barbosa constatou que o asfalto no cruzamento passou por recapeamento, mas o trecho não está sinalizado. Segundo ele, esta pode ser a causa do acidente que vitimou a criança.

Segundo a Polícia Militar, foi o segundo acidente com morte registrado nesta semana em vias que foram recapeadas, mas não sinalizadas, em Uberaba.

Maturação do asfalto

O secretário de Trânsito e Transportes da Prefeitura de Uberaba, Ricardo Sarmento, informou, por meio da assessoria de imprensa da administração, que o trecho não está sinalizado devido ao tempo de maturação do asfalto, uma vez que foi recapeado recentemente.

Em relação ao acidente, o secretário diz, no entanto, que prevalece o que está no CTB (Código de Trânsito Brasileiro) e que não foi respeitado.

“Quem vem à direita tem a preferência. E, segundo o que nos pontuou a Polícia Militar, o acidente infelizmente ocorreu por desrespeito à lei de trânsito e a o excesso de velocidade”, afirmou o secretário na nota da assessoria.

Ainda conforme o secretário, a sinalização das vias está dentro do cronograma de trabalho da pasta e o local do acidente deve ser demarcado até segunda-feira.