Uma boate de Curitiba foi multada em cerca de R$ 460 mil na noite de sexta-feira (5) por desrespeito ao decreto da prefeitura que adota medidas severas de prevenção contra o coronavírus (covid-19). Foram várias multas que se somaram para atingir o valor, entre elas R$ 50 mil por promover eventos e mais R$ 50 mil por aglomeração. O local, que fica na Rua Nicola Pelanda, no Pinheirinho, também foi interditado. O estabelecimento foi um dos oito lugares fiscalizados durante a noite pelas equipes da Ação Integrada de Fiscalização Urbana (AIFU). Um bar no Parolin também foi multado em R$ 5 mil. Os outros seis estabelecimentos não foram multados, mas foram fechados pela fiscalização.

+Leia mais! GM discute com cliente em bar com 300 pessoas. “Vai falar lá na UTI que você fica bebendo até às ’11’ horas”

Segundo o relatório da prefeitura de Curitiba, a boate apresentou várias irregularidades junto com a promoção de evento e aglomeração. Além dessas duas multas já citadas, as outras multas também foram por exercer atividade de bar (R$ 50 mil), restrição de horário (R$ 50 mil), por não promover o distanciamento mínimo entre as pessoas (R$50 mil), por não disponibilizar álcool em gel 70% (R$50 mil), 28 autos de infração por participar de atividades que geram aglomerações (R$ 5 mil cada auto) e dois autos de infração por participar de atividades que geram aglomerações (R$10 mil) cada auto.

Já o local do Parolin recebeu o auto de infração por exercer atividade de bar de forma irregular. 

Os outros seis locais fiscalizados e que tiveram as portas fechadas foram um bar no Centro, um no Cajuru e outro no Parolin; uma boate no Centro e outra no Parolin; uma distribuidora de bebidas no Boqueirão.