O tradicional Bondinho, que fica na Rua XV de Novembro, no Centro de Curitiba, vai ser reformado. A notícia veio depois da matéria, que foi feita pela Tribuna do Paraná, denunciando que o tradicional elemento da história da cidade estava deteriorado pelo tempo.

Por fora, por estar exposto, o Bondinho se torna alvo fácil da ação da chuva, do sol e até mesmo de moradores de rua e vândalos. Por dentro, o antigo bonde continua sendo o ponto de leitura, mas os livros já foram encaixotados para que a reforma possa ser feita.

Desde fevereiro, quando a primeira reportagem foi feita, os estragos parecem ter aumentado. O telhado preto está esbranquiçado e a estrutura da cobertura parece estar cedendo. Parte da madeira das laterais se foi e até um dos ferros de apoio já se rompeu.

A parte de dentro, conforme o que a própria Fundação Cultural de Curitiba (FCC) informou à reportagem na época em que foi feita a denuncia sobre as condições do Bondinho, a estrutura permaneceu intacta, pois é mantida por uma instituição sem fins lucrativos, que é a responsável por cuidar dos alugueis dos livros. Na época, a prefeitura de Curitiba disse entender que realmente o Bondinho sofre com as ações do tempo e já pensava em soluções.

A Tribuna do Paraná apurou que a última reforma mais eficiente, além de vários outros reparos que são feitos sempre, tinha sido feita em 2010. Agora, a partir deste mês, segundo os funcionários, tapumes vão ser colocados ao redor do Bondinho e ele finalmente vai passar por uma boa reforma. Ainda não há previsão de quando este trabalho seja finalizado, mas a ideia é de que não se estenda por muito tempo.

Tradicional bondinho do calçadão da XV é alvo de vandalismo e da ação do tempo