O trecho da BR-277 entre Curitiba e São José dos Pinhais, onde ocorreu o trágico engavetamento com oito mortes, 22 feridos e 22 veículos, precisou ser novamente bloqueado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) e pela concessionária que administra o trecho por volta das 22h30 deste domingo (09). A razão é a falta de visibilidade por causa de queimadas e neblina no local. A liberação do trânsito nos dois sentidos da via aconteceu apenas às 8h40, quando a visibilidade no trecho melhorou

As filas ocorreram são no km 72, na faixa sentido Curitiba e no quilômetro km 80, sentido Paranaguá. Até por volta das 7h, 1h40 antes da liberação total, eram três quilômetros de congestionamento.

+Viu essa? Neblina na pista. E agora? Saiba o que fazer quando o fenômeno surgir no caminho

Quem precisar passar pelo local a orientação é para que desvie o bloqueio pela Avenida Ruy Barbosa, em São José dos Pinhais.

+Leia mais! Religiosos, militar, estudante e servidora da UFPR estão entre as 8 vítimas do acidente na BR-277

Tragédia na pista

grave acidente que deixou oito mortos e 22 feridos na BR 277, ocorreu na noite do dia 2 de agosto, em São José dos Pinhais, e foi causado pela fumaça de uma queimada à beira da rodovia aliada à uma forte neblina. Apesar da visibilidade extremamente reduzida, não havia nenhuma sinalização na pista sentido Paranaguá que alertasse aos motoristas do risco de acidentes.

Confira como está o trânsito agora nas estradas que cortam Curitiba

Acompanhe pelo Twitter