A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) acredita que houve uma discussão antes do crime que matou um morador de rua carbonizado no bairro Hauer, em Curitiba, na noite de segunda-feira (21).

Conforme a delegada Camila Cecconello, testemunhas e denúncias que chegaram à polícia falaram de alguma briga, que teria ocorrido no local momentos antes do assassinato. Apesar da informação, a polícia ainda não tem suspeitos para o crime e busca ajuda da população, através de denúncias, para descobrir os autores. Imagens de câmeras de segurança da região também estão sendo procuradas, para que ajudem nas investigações.

A polícia também procura por pessoas que conviviam com o morador de rua para serem ouvidos. “A ajuda da população é importantíssima e ajuda bastante no esclarecimento da maioria dos crimes. O denunciante não precisa se identificar e pode ligar para o 0800 643 1121. A ligação cai direto aqui na delegacia”, pediu a delegada.